Estudos

JOÃO GILBERTO UMA CELEBRIDADE MUNDIAL

By 18/10/2019 No Comments

João é notícia, no Brasil e no mundo, e sempre será. Melhor para o Brasil e para a arte mundial!

João é o Criador da Bossa Nova.

Entre tantas vergonhas, que o Brasil vem passando, há  alguns anos, por desmando políticos e outros mais, podemos aqui reiterar o que dissemos, há dias:

João Gilberto, deixou ao Brasil, um legado que muito honra o país.

O mundo inteiro lhe prestou homenagem, por ocasião da morte recente.

Aqui celebramos a grandeza deste homem e a sua obra.

Tal foi o reconhecimento do mundo, a este artista brasileiro, que a UNESCO fez um minuto de silêncio, em sua homenagem.

João é um filho da Humanidade! Um artista respeitado e respeitável!

Enfim, a música brasileira teve mais um alto reconhecimento mundial. O mundo o reconhece, por seus méritos, por seu legado!

Aqui nos unimos a ele, com muito respeito!

João merece e o Brasil também.

João fez o nome do Brasil mais respeitado!

Basta de mágoas!

Queremos de volta a honra e a alegria, que cultivamos, por índole e por tradição, desde sempre!

Que aprendamos a cantar e a respeitar às pessoas que sabem amar e engrandecer este país admirável!

João Gilberto tem, em si e em sua arte, o que há de mais belo na alma brasileira, na alma humana: tem grandeza, coragem e o sonho de beleza!

Bem haja, no além onde está!

Lá, tudo o que é bom é reconhecido e exaltado!

Que, por aqui, a sua arte sempre alegra os nossos dias!

Ouça – Desafinado – http://www.youtube.com.br

Texto – J.Peralta

Fotos – Google

data – 17/07/2019

 

JOÃO GILBERTO E A M.P.B.

I – Patrimônio Nacional

João Gilberto

 

Juazeiro, BA – 10/06/1931  –  Rio de Janeiro – 06/07/2019

Um Gênio que se vai!

Mas a sua Coragem fica!

João Gilberto Pereira de Oliveira, é uma estrela que surgiu, nas terras e no céu do Brasil, em 1958, quando gravou Chega de Saudade. Esta Canção revelou ao mundo um novo estilo musical, que seria um marco mundial, na arte musical: A Bossa Nova.

A nova era, sucedeu a madrinha de todos, Carmem Miranda. Isto era a o grande impulso inicial!

João proporcionou ao seu povo a alegria de inesquecíveis espetáculos. Isto

Juntos com outros gênios, João Gilberto projetou o Brasil, pelo mundo afora, além das fronteiras. Deixou à história uma invenção admirável, que se perpetuou: Um ritmo musical, onde a letra se destacava, com mais clareza…

O tempo em que João Gilberto se projetou, era um tempo em que o Brasil respirava otimismo e inovação, com alegria.

Era o governo Juscelino Kubistchek ( 1956-1961), com a literatura de Clarice Lispector, Guimarães Rosa e outros mais, como Tom Jobim, Glauber Rocha, Drummond, Agostinho da Silva, etc; Veio o Futebol de Pelé, Zico, Garrincha, etc,etc.

Os Anos Dourados do Brasil iam resplandecendo!… Anos de inovações que impulsionavam a nossa sociedade, à escala mundial…

O Brasil criou fama, mundial, como um país de gente alegre, sempre a sorrir e a cantar! A música popular brasileira (MPB) conquistou o mundo.

Veio Brasília e muito mais, daí decorrente.

O Brasil vibrava de esperança! Vieram as Tv e os Festivais de Música Popular que revelaram grandes cantores. Surgiu a MPB que encantou o mundo… No Brasil, tudo era alegria!

O Brasil tinha alegria para exportar para o mundo!

João Gilberto e os nossos cantores e compositores contribuíram para projetar o Brasil, mundialmente.

Fez o Brasil sonhar, ao descobrir que aqui temos grandes qualidades; que podemos contribuir para um mundo melhor, também na arte. O clima reinante estimulava a inovação.

Fica bem dizer que eram os nossos Anos Dourados!

Quem não viveu nesses anos não sabe o que isto quer dizer! Mas pode imaginar!

Assim, o Brasil foi, por algumas décadas, um país muito respeitado, como já fora no passado…

Vencendo o complexo de vira-lata que, depois da década de 60, de vez em quando ressurge com os desmandos de alguns maus agouros… de alguns brasileiros aproveitadores, corruptos e corruptores…

Mas muita gente ainda segue, confiante nos altos destinos e alto potencial do país.

Alto potencial real, incontestável… Mas algo precisa, mudar!…

Vamos parar de humilhar este país tão especial!

 

JOÃO GILBERTO

II – Nossos Anos Dourados

UM LEGADO A PRESERVAR

João Gilberto, com a bossa nova, deu à música do Brasil, projeção mundial, que foi firmada,  por uma plêiade de grandes cantores, tais como Gilberto Gil, Caetano Veloso, Vinícius de Morais, Chico Buarque de Holanda, Elza Soares, Ângela Maria, Agnaldo Raiol, Honremos o legado dessa gente…

O Brasil tornou-se um imenso estímulo à música popular mundial.

João Gilberto foi um grande cidadão um grande artista, um grande paradigma para as novas gerações, ao par de outros valores extraordinários, em outros campos naturais e culturais…

João Gilberto deu à arte do Brasil mais calor e alta credibilidade.

João Gilberto acaba de nos deixar. O Brasil e o mundo perderam um grande artista.

Que o seu exemplo dê coragem aos brasileiros, para levarem a arte do país, e também a família e a educação, mais a sério, com mais qualidade. Precisamos redescobrir o nosso Brasil brasileiro!

Que o Brasil,   a exemplo de João Gilberto,  readquiram a sua autoestima, e possam nos dar outros gênios, estimulantes, com a coragem e a qualidade de João Gilberto. Talentos não nos faltam!

O Brasil merece tudo de melhor!

O Brasil precisa lutar por melhorias contínuas! Cultivar melhores ideais e melhores hábitos de viver e conviver!

Precisam ser, hoje, melhor do que ontem, e amanhã melhor do que hoje!

João Gilberto é, hoje, um patrimônio mundial. Um patrimônio do Brasil.

E o Brasil deixou-o só, com os graves problemas que lhe aprontaram!! O gênio morreu triste!!

João Gilberto foi um gênio inesquecível da música nacional.

Se o esquecermos temos muito a perder.

Deixa saudade! Que deixe estímulos também a toda a nossa gente!

Se não soubermos cuidar deste patrimônio nacional enquanto vivo, cuidar de seu legado, com cuidado, para que não se esqueça!

E o seu nome não pereça!

João Gilberto, pelos tropeços que lhe apontaram traz-nos mais uma lição de sabedoria popular no jogo da vida, o que importa é participar; perder ou ganhar é secundário!

Texto: José Jorge Peralta

Fotos:Google
Escute:  Chega de Saudade, Garota de Ipanema e em alguns trabalhos seus, entre muitos outros que a história não esquece: www.youtube.com

Uma frase de João Gilberto para não esquecer:

Meu coração não se cansa.

De ter esperança.

De um dia ser tudo o que quer.

Leave a Reply