Destaques

Augusto Liberato ( GUGU)

By 28/11/2019 No Comments

GUGU LIBERATO

ADEUS AO PALCO DA VIDA

José Jorge Peralta

Mais um rei da alegria se vai!

Vai-se um homem de família, um homem simples e gentil! Um artista!

Vai-se um sorriso aberto e franco.

Vai-se um trabalhador do entretenimento!

Com ele, vai um pouco de Portugal, de onde vieram seus pais, e muito de Brasil, onde nasceu, cresceu, atuou e venceu, com trabalho suado!

Alguém que deu certo na vida!

Muito mais dele se esperava!

Gugu Liberato partiu, no apogeu de sua criatividade.

Deixou um mar de tristeza e de saudade.

 

Parece que ele era amigo e irmão de toda a gente. Muita gente chorou e se entristeceu com sua morte!

Chorou pelo que ele de bom nos legou! Foi um bom companheiro!

Ele entrava em nossas casas, quase como um irmão, levando diversão pelo canal de televisão. Vai nos fazer falta.

Pena! Muita pena, um homem, um boa gente, trabalhador dedicado e inteligente!

Nós o perdemos e não mais o encontraremos, nesta vida.

Fica-nos a lembrança de seu sorriso franco e de sua dedicação!

Ele sempre viverá, em cada coração brasileiro, a quem ele alegrou, por alguns anos.

 

Entre os lixos que a TV hoje produz, ele deixou um saldo positivo.

A televisão também tem coisas boas!

Foi um homem sempre a inventar, para levar muita alegria a cada lar do Brasil.

Foi um homem família; sabia seus filhos educar. Família em 1º lugar!

Gugu Liberato foi embora; alguém, se puder, ponha outro no seu lugar!

 

Nas suas veias corria o forte sangue lusitano! Forte, incansável e operoso!

Trabalhou desde menino, como faz todo português, até ao passado recente.

Sua alegria era trabalhar; trabalhar noite e dia, para o mundo alegrar. Para vencer!

Ele fez a sua parte! Soube ocupar o seu lugar, com engenho e arte!

Morreu fazendo trabalhos simples e domésticos, como quem quer bem ao seu lar!

Não misturava lar e trabalho!

Foi um pai educador!

 

No meio de tanta gente golpista, Gugu e poucos mais, era um oásis de alegria e entretenimento. Que descanse em paz!

Foi sempre um homem inventivo incansável. Ele ganhava a vida alegrando o Brasil!

Do Gugu fica-nos uma lição: a televisão tem muito a melhorar! Gugu tentou ajudar!

Precisamos ver o lado de entretenimento, sem esquecer o lado educacional.

Alguém precisa pensar nisto!

 

Gugu marca o fim de uma era de TV, aberta à alegria. Ele queria uma cidade risonha e franca!

Vai-se alegria quente e espontânea e natural!

Virá a diversão fria, sem alma e sem vida; virá a alegria de risadas pré-gravadas artificiais.

A alegria fria e sem graça, é como comida sem sal! É o que vem por aí! Ou já aí está!

Gugu vai nos fazer falta!

 

    Gugu era uma pessoa humanitária; gostava de ajudar os necessitados, segundo fala quem com ele conviveu!

Foi um homem, um cidadão cordial.

O Brasil precisa de uma TV educativa e de entretenimento!

 

Perfeito ele não foi não, e não pretendeu ser! Teve lá os seus escorregões!

Mas quem não os teve que atire a primeira pedra!

O que ele fez de censurável, não nos cabe julgar agora, como muitos pseudo-justiceiros, talvez por inveja ou por moralismo barato, oportunista, veem apregoando. Talvez por falta de visão!

Quem tinha algo a dele reclamar, porque não reclamou, enquanto ele viveu?!

Atacar quem não pode se defender, é covardia!

Se não o fez, não tem mais vez! Passou!

Não queiramos ser a palmatória do mundo!

 

Enfim, Gugu deixou um exemplo incontestável de solidariedade humana: Doou todos os seus órgãos e assim, após a sua morte, ainda está melhorando a vida de duas dezenas de pessoas, que lhe serão muito gratas.

Ele lhes possibilitou uma vida melhor, por mais tempo. Assim ainda atua depois de morrer!

Este foi o último gesto de amor do Gugu, nesta vida, que não é fácil para ninguém!

Ah! se todo o mundo fosse igual a você!!

De Gugu, Antônio Augusto Moraes Liberato, todos podemos muito aprender.

O seu legado, quem puder que o escreva e nos comunique!

Vai com Deus, Gugu!

 

 

 

Fotos: Google

 

Leave a Reply