Estudos

IPÊ AMARELO

By 07/04/2020 No Comments

Árvore Símbolo do Brasil

Originário do Brasil, o Ipê Amarelo é uma das árvores mais belas e mais cultivada no Brasil. Há, no Brasil, muitas outras árvores muito belas.
Existem, no país, nove ou dez espécies de ipê. As mais destacadas são: Ipê Amarelo, Ipê Rosa, Ipê Roxo e Ipê Branco.
O Ipê Amarelo desenvolve-se naturalmente nas matas e é cultivado nas cidades, em ruas, avenidas, praças, jardins e quintais. Multiplicam-se com facilidade. Pode alcançar
até 30 metros de altura.
Sua floração, no final do Inverno, Agosto e Setembro, na prática, anuncia a chegada da Primavera.
Na época da floração, os ipês amarelos formam um espetáculo exuberante, por toda a parte. Poucas árvores, no mundo, podem ser equiparadas ao Ipê Amarelo, em questão de beleza e esplendor.Originário do Brasil, o Ipê Amarelo é uma das árvores mais belas e mais cultivada no Brasil. Há, no Brasil, muitas outras árvores muito belas.
Existem, no país, nove ou dez espécies de ipê. As mais destacadas são: Ipê Amarelo, Ipê Rosa, Ipê Roxo e Ipê Branco.
O Ipê Amarelo desenvolve-se naturalmente nas matas e é cultivado nas cidades, em ruas, avenidas, praças, jardins e quintais. Multiplicam-se com facilidade. Pode alcançar
até 30 metros de altura.
Sua floração, no final do Inverno, Agosto e Setembro, na prática, anuncia a chegada da Primavera.
Na época da floração, os ipês amarelos formam um espetáculo exuberante, por toda a parte. Poucas árvores, no mundo, podem ser equiparadas ao Ipê Amarelo, em questão de beleza e esplendor.Normalmente, o apogeu da floração do ipê ocorre no início de Setembro.
Quando chega o Inverno, o ipê perde todas as suas folhas. Ao florir, o ipê não tem uma única folha. Estas só começam a brotar no final de Setembro.

IPÊ AMARELO
SÍMBOLO DO BRASIL
J. Jorge Peralta.

1
Porta Bandeira

Impressiona o olhar e o coração,
do mais simples ao mais ilustrado cidadão,
a elegante, densa e exuberante beleza,
do ipê amarelo, no apogeu da floração.

Formando grandes blocos dourados,
nos urbanos aglomerados
ou pelas matas selvagens,
o ipê, quando chega,
enche de encanto
toda a terra brasileira.

Seu tronco, todo despido de folhagens,
nuzinho,
aguarda novo ciclo, novo amanhecer,
novo renascer.
De repente, quase num passe de mágica,
se recobre por inteiro
de belíssima plumagem,
cor de ouro,
qual jovem princesa real,
preparada para o desfile da nobreza,
de toda a natureza tropical.

Vestido em traje de gala,
o ipê parece que se prepara,
para uma grande e monumental festa,
para uma grande festa cíclica anual.
Anuncia a primavera que está para chegar.
Abre o ciclo primaveril
deste multicolorido Brasil.

O ipê sai na frente,
como porta-bandeira,
de elegância brasileira,
no alvorecer da primavera.
Seu tronco todo recobre
Com grandes cachos de flores…

Seu viço e frescor
recende vida e calor
exibindo a sensualidade
do fértil mundo tropical.

2
Rainha do Pedaço

Lá está ele, o majestoso ipê,
por toda a parte,
nas florestas selvagens e pelos campos.
No meio urbano, também cresce e se destaca,
em ruas e praças,
nos bosques e parques,
e nos jardins domésticos e nos quintais,
atestando o privilégio de que desfruta.

Na semana da Pátria,
inícios de setembro,
já está todo engalanado
com a sua florada,
proclamando a exuberância desta nação.

Sua cor é destacada, marcante:
o amarelo é vivo chamejante.
Vem depois o verde da folhagem.

Exibe, orgulhoso, para quem passa,
seu esplendor transitório,
sua deslumbrante e frágil beleza,
suas densas flores bordadas e coloridas
com extremo bom-gosto e harmonia.

As flores do ipê, com seu raro brilho,
lembram iluminuras de vistoso vitral,
desta imensa e majestosa catedral,
que a natureza, nosso espaço vital,
onde Deus preside paternal.
Tanta beleza inspira vibrantes hinos matinais
do afinado coro da passarada.

Por um mês, a flor do ipê
É a rainha do pedaço,
inconteste e sem rival
entre o arvoredo ornamental
da flora brasileira.

Depois, sua presença é mais discreta.
Como todo o esplendor da beleza natural,
delicada, sensual,
seu brilho logo passa…
é preciso fruí-la, enquanto dura…

Depois a vida prossegue, sossegada,
sem traumas,
seu percurso habitual.
Desta beleza breve
fica lembrança, perene.

Outras flores virão, sem demora,
ocupar seu próprio lugar,
e nossa atenção e carinho despertar.
Virão nossa admiração e emoção reacender.
A vida continuarão a encantar.

O ipê, destacando-se, entre as demais,
é a flor símbolo deste país tropical.
País de um povo quente,
esbelto e fagueiro;
terra da gente…

Álbum Ipê

 

Leave a Reply